Psicologia e filmes...

Os filmes retratam a condição humana, desta forma, expressam aspectos relevantes do homem, já que exploram os sonhos, os sentimento, os ...


Os filmes retratam a condição humana, desta forma, expressam aspectos relevantes do homem, já que exploram os sonhos, os sentimento, os desejos, os medos, as peculiaridades do cotidiano, dentre outros, os comportamentos.
 
Assim, muitos são os filmes que abordam os transtornos mentais, alguns de modo bem próximo da realidade, sendo estes informativos, outros de modo caricato e exagerado, distorcendo a realidade para se aprofundar na ficção e na criatividade da trama.

A definição do conceito de Transtorno Mental, segundo o DSM-IV (Diagnóstico estatístico de Transtorno mental, da American Psychiatric Association), são concebidos como síndromes ou padrões comportamentais ou psicológicos clinicamente importantes, que ocorrem no indivíduo e que estão associados com o sofrimento. Ressalta que a síndrome ou padrão comportamental não deve constituir meramente uma resposta previsível e culturalmente aceita diante de um determinado evento, mas sim, como um comportamento disfuncional, fora dos padrões de normalidade tanto biológico quanto psicológico.
 
Os filmes têm o poder de aproximar para a realidade do homem, comportamentos que até então eram vistos unicamente no contexto do sujeito que possuía o transtorno mental. Desta forma, os filmes se tornam uma via para a reflexão, uma ferramenta que submetida à crítica do homem é capaz de desmistificar o estigma da loucura. Cabe citar o ditado popular, “de louco cada um tem um pouco”.
 
Abaixo, segue uma lista de referência de filmes que retratam alguns transtornos mentais.

 

Filme sobre ASSÉDIO MORAL

* O Diabo veste prada: Uma jornalista recém-formada, Andrea é contratado para trabalhar em uma sofisticada revista de moda. A jornalista eficiente se esforça ao máximo para fazer um bom trabalho, entretanto, muda seus comportamentos, afetando sua vida privada e a relação com seu namorado Nate, sua família e amigos. Andrea busca recuperar sua vida pessoal mas para isso terá que enfrentar o assédio moral constante de sua chefe e fazer escolhas.

Filme sobre AUTISMO

* Rain man: Charlie Babbit acaba de perder o pai e esperava receber sua herança, mas descobre que Raymond, o irmão mais velho que nunca teve contato a receberá. Na trama Charlie conhece então Raymond, um autista com grandes capacidades mentais que estava internado em um hospital e decide raptá-lo. Durante a viagem e à medida que superam a desconfiança, nasce um forte laço entre os dois que os levará a uma maior compreensão e a fazer planos para o futuro.

Filme sobre TRANSTORNO BIPOLAR

* Mr. Jones: A história sobre a relação entre um homem com transtorno bipolar, antes denominado de maníaco-depressivo. o Sr. Jones tem comportamentos de alteração de humor significativo ora euforia e ora humor rebaixado e possui barba por fazer, grande tristeza, apatia, e ideias suicidas. Na trama, vive uma história de amor com sua médica.


 

Filme sobre ESTIGMA e DEFICIÊNCIA MENTAL

* Simples como amar: Após anos de adaptação em uma escola especial, Carla finaliza os estudos, superando suas próprias limitações cognitivas, pequeno retardamento mental e retorna para casa, cheia sonhos e planos para o futuro. Forte, enfrenta o estigma social presente em seu lar, através da superproteção da mãe, a qual tem grande dificuldade em aceitar as escolhas da filha que decide viver uma grande história de amor.


Filme sobre DEPRESSÃO

* As horas: Trata de três mulheres que vivem em diferentes épocas, que apesar de separadas pelo tempo, há algo que as liga e que irá influenciar seu destino. Vivem momentos difíceis marcados pela manifestação de sintomas clássicos, tais como a falta de apetite, a falta da vontade de viver, a dificuldade de concentração e a tentativa de suicídio.



Filme sobre DROGAS

* Requiem para um sonho: um casal apaixonado, Harry e Marion buscam realizar seus sonhos de modo conturbado, através do lucro da venda de drogas. Porém, estão mais envolvidos com o consumo do que com o comércio de heroína. O filme demonstra a decadência dos usuários de droga que optam em manter o consumo.



Filme sobre ESQUIZOFRENIA

* Uma mente brilhante: Acompanha a vida de John Nash, um matemático brilhante que sofria de esquizofrenia. O filme nos carrega para dentro de seus delírios e alucinações, provendo uma visão única do quanto esses sintomas podem limitar e incapacitar o indivíduo. Através do apoio de sua esposa e do seu próprio autoconhecimento, Nash aprende a discernir melhor entre a realidade e os delírios, apesar de conviver com eles durante toda sua vida.

Filme sobre INFÂNCIA - Mundo idealizado

* Coraline e o mundo secreto: Coraline Jones, sem conseguir atenção dos pais passa a explorar as inúmeras portas de um local que soube ser perigoso. O filme retrata de modo simbólico o conflito da infante com os pais. Em que Caroline precisa superar a idéia primitiva de pais completamente bons ou completamente maus para compreendê-los de modo mais maduro.

Filme sobre MITOMANIA (Mentira compulsiva)

* O desinformante : Conta a história de Mark Withacre, um gerente de uma empresa alimentícia que descobre esquemas de fraude e ao levar estas informações para o FBI, começa a se embrenhar em um labirinto de mentiras criado por ele mesmo, por vezes tendo consciência disto, outras vezes, acreditando nas próprias mentiras e enganando até mesmo o FBI durante as investigações.


Filme sobre PSICOPATIA

* As duas faces de um crime: Aaron é um jovem acusado de ter assassinado um padre, e Martin Veil é o advogado encarregado de sua defesa. Aos poucos, surge um novo suspeito do crime: uma segunda personalidade de Aaron. Porém, ao final do filme, temos maior clareza de quem é o verdadeiro Aaron e de sua verdadeira patologia.


 

Filme sobre SOLIDÃO

* O Fabuloso destino de Amélie Poulain: Uma história marcada pela privação de afeto e de socialização. Vive uma vida fantasiosa, mas certo dia, estimulada para encontrar o dono de uma caixinha de recordações, percebe que é capaz de superar a solidão com pequenas ações significativas a ela, conectando pessoas umas às outras e, assim, à vida, de modo delicado, inteligente, sensível e especial.


Filme sobre TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo)

* O aviador: Baseado na vida do milionário Howard Hughesm, que possuía diferentes obsessões e compulsões. Obcecado com a perfeição nas seqüências aéreas, ele esperava muito por condições perfeitas, até a formação de nuvens. Assim, a obessessão o impede de realizar tarefas e também aparece na interação com outras pessoas, através de seus rituais de limpeza. Howard só lava as mãos com o sabonete que traz de casa, expressa grande incômodo com as roupas de um homem, sofre por ter de repetir palavras incessantemente, além de outras graves limitações que sua doença ocasiona no cotidiano.


Filme sobre VIOLÊNCIA

* Preciosa – Uma História de Esperança: Clarice Precious Jones é uma jovem que sofre diferentes privações desde a infância. Violentada sexualmente pelo pai e dá à luz a dois filhos, violentada física e verbalmente pela mãe, cresce na periferia, irritada e sob condições desfavoráveis para se alfabetizar. Obesa sofre preconceitos de diferentes formas. Uma história intensa de adversidade, que precisa romper com o passado para seguir em frente.

Postagens relacionadas

psicologia 9124112098339445983

Postar um comentário

  1. Paciente de psiquiatria29/01/2013 22:20

    Obrigado pelas dicas, vou assisti-los e assim me conhecer melhor !

    ResponderExcluir
  2. Os filmes falam sobre transtornos em si, por mais que você tenha algum deles, você não é este CID, este diagnóstico. Há muito mais em você do que comportamentos que categorizam e caracterizem um transtorno. Assim, assistindo a qualquer um destes filmes, você conhecerá mais sobre transtornos, mas não a si mesmo, pois o transtorno está em você e contudo, você não se resume a ele.

    ResponderExcluir
  3. muitoooo bommmm adorei .... !!!!!!!!! os filmes ....

    ResponderExcluir
  4. Nossa! Excelente lista! Espero que você possa escrever uma parte 2, 3, 4 etc!

    ResponderExcluir
  5. Adorei seu comentário de 31-01-13, sobre o CID: "vc não se resume a seus transtornos".

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Encontre-me no Facebook

Divulgue nossos textos

Últimos artigos

Psicóloga Carla Ribeiro. Imagens de tema por Jason Morrow. Tecnologia do Blogger.

+Lidos

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Endereço e contato

Consultório de Psicologia em Santos
Av.: Conselheiro Nébias, 444 - conj. 1709
Encruzilhada, Santos/SP
CEP 11045-000
Telefone: (13) 3301-9055

Total de visualizações

item