Dúvidas sobre o agendamento

Quais os dias e horários de atendimento?
No contexto da pandemia os atendimentos presenciais são realizados na quarta-feira e sexta-feira das 14h às 20h e os atendimentos on-line são realizados de segunda, terça e na quinta-feira das 14h às 20h.

O valor será informado mediante contato telefônico, e-mail ou whatsapp. O tempo de atendimento varia de 50minutos a 1hora e 20 minutos. Não atendo a nenhum plano de saúde, e caso o seu plano lhe faça reembolso pelo valor da consulta, para isso forneço recibo e relatório se necessário, informe-se junto ao seu plano de saúde sobre as condicionalidades de reembolso.

No primeiro atendimento é preferencialmente presencial, momento de avaliação psicodiagnóstica, com aplicação de testes se necessário e entrevista inicial. Utilizo como abordagem (linha psicológica) a cognitivo comportamental e fenomenologia existencial.

Outras dúvidas: Tel (13)3301-9055 ou Whatsapp +5513981148567

Como se dá o acompanhamento psicológico?
Pode-se dar de duas formas:
1. mediante a orientação psicológica com frequência mensal;
2. mediante psicoterapia, em que a pessoa retorna com frequência semanal ou quinzenal. Pois o tempo de tratamento é relativo ao objetivo almejado e a queixa do paciente.
Cujo o objetivo é tratar desconfortos emocionais e comportamentais ampliando o autoconhecimento e o repertório de enfrentamento, mediante a resolução de conflitos pessoais, conjugais, familiares e profissionais; elaboração de traumas; desenvolvimento/aprimoramento da capacidade de auto gerenciamento; amadurecimento afetivo e pessoal.


A psicoterapia auxilia a pessoa a lidar com o sofrimento, inseguranças, inabilidades e transtornos que desequilibram a saúde mental, re-constrói significados, favorecendo o bom desenvolvimento de habilidades e atividades, devolvendo a harmonia em benefícios da saúde como um todo.


Quando devo procurar um psicólogo?
Haja vista que a psicologia atende a conflitos do homem em diferentes fases da vida, irei fragmentar a resposta em diferentes fases, respeitando as particularidades de cada etapa:


Adolescentes (12 anos a 17 anos)
Adolescência não é sinônimo de rebeldia, porém, nesta fase se iniciam os conflitos familiares, pois é natural que o adolescente busque se auto afirmar e conquistar seu espaço dentro e fora de casa para fortalecer sua personalidade.
Assim, é um momento turbulento, indicado o acompanhamento aos casos em que o jovem fica arredio aos limites. Nestes casos cabe uma avaliação da dinâmica familiar e não apenas do jovem.
A busca ocorre por diferentes razões, tais como: melhor compreender as sensações e desejos sexuais, dificuldades de relacionamento social, conflitos familiares, envolvimento com drogas, transgressão de normas sociais e outros.


Adultos ou Idosos
A psicoterapia conduz ao auto conhecimento, explora potencialidades e desbrava limites auxiliando no direcionamento da vida adulta. São muitas as possibilidades para buscar a psicoterapia nesta fase. De modo geral, conflitos que perturbem o desenvolvimento das atividades, sejam elas corriqueiras ou de extrema importância. Inseguranças, traumas, lembranças ou momentos difíceis que perturbem a consciência, independente destes virem a se configurar como transtornos, síndromes ou doenças.


Idosos
Tal qual o adulto os idosos tem as mesmas necessidades, porém com a particularidade da fase: a não aceitação da idade e da imagem corporal, administrar a etapa de estar aposentado, a saída dos filhos de casa, o medo da morte, angústias relacionadas à doença(s) crônica(s), as frustrações pela limitação do corpo, dentre outros.
Rever estas questões traz à luz da consciência a possibilidade para experienciar esta fase da vida com dignidade e qualidade de vida.