TAG - Transtorno de Ansiedade Generalizada

Ansiedade é definida como uma espécie de tensão ou nervosismo que normalmente antecedem a momentos de perigo real ou imaginário marcada p...


Ansiedade é definida como uma espécie de tensão ou nervosismo que normalmente antecedem a momentos de perigo real ou imaginário marcada por sensações físicas, tais como: batimentos cardíacos acelerados, transpiração, sensação de vazio no estômago e medo intenso. Entretanto sentir ansiedade de modo persistente com duração e intensidade maior que o esperado, com pressentimentos constantes, preocupações, incapacidade de relaxar, sensação de boca seca e tonturas são alguns sintomas do Transtorno de Ansiedade Generalizada, TAG
.

Os pensamentos são demasiadamente constantes e diversos, em suma, retratam catástrofes e acidentes com familiares e pessoas afetivamente importantes para o sujeito. Suas produções, como desenhos, por exemplo, são característicos a preencher todos os espaços úteis da folha. Nada parece estar bom o suficiente, pois há sempre algo para melhorar ou aperfeiçoar até que se chegue ao exagero de uma dada tarefa. Estes comportamentos retratam a atividade mental do sujeito, pois estar em movimento é uma forma de buscar diminuir este anseio turbulento na mente do sujeito.

A pessoa pode sentir inquietação, tremores, suor em excesso, falta de ar, dor de cabeça, palpitações,  irritabilidade e facilidade em alterarem-se, tensões musculares, perturbações no sono e outros. Com freqüência por várias semanas ou meses. Costuma causar um comprometimento significativo no funcionamento social ou ocupacional da pessoa, podendo gerar um acentuado sofrimento pois são difíceis para o sujeito controlar sozinho, o que pode gerar um esgotamento na saúde física e mental do indivíduo. 

Embora o transtorno possa ocorrer em qualquer momento durante toda a vida, é mais freqüente surgir entre a infância e o jovem adulto, de acordo com o National Institute of Mental Health (NIMH). O TAG freqüentemente ocorre a comorbidade, ou seja, junto com outro transtorno, incluindo outros transtornos de ansiedade, abuso de substâncias,  situação pós-traumática ou depressão.

Aprender novas habilidades de enfrentamento e técnicas de relaxamento  na psicoterapia trazem benefícios vantajosos à sua saúde, entretanto é de interesse do paciente estar disposto a rever-se, expor de fato, seus pensamentos e devaneios na psicoterapia, a ousar e tentar praticar um novo olhar para seus hábitos. Com este comprometimento no processo terapêutico há grande resolutividade para este transtorno. 

Postagens relacionadas

Transtorno de Ansiedade 4775572606157440499

Postar um comentário

  1. Maria Arruda20/07/2010 09:44

    Gostei muito, esclarecedor e preciso.

    ResponderExcluir
  2. Esse blog me fez auto-identificar muitos transtornos.
    Nossa, preciso me tratar sempre soube que eu não era normal mas agora tive certeza.

    ResponderExcluir
  3. Muitas pessoas se identificam com algum traço dos vários transtornos descritos neste site. A intenção é desmistificar o transtorno explicando a realiadade deste, porém, identificar um ou outro traço não significa necessariamente que você o tenha. Caso estes traços que você identificou lhe atrapalhem em sua rotina, aí sim é recomendável buscar ajuda.

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Encontre-me no Facebook

Divulgue nossos textos

Últimos artigos

Psicóloga Carla Ribeiro. Imagens de tema por Jason Morrow. Tecnologia do Blogger.

+Lidos

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Endereço e contato

Consultório de Psicologia em Santos
Av.: Conselheiro Nébias, 444 - conj. 1709
Encruzilhada, Santos/SP
CEP 11045-000
Telefone: (13) 3301-9055

Total de visualizações

item